Each1 Lyrics

A Minha Hora by Each1



[Refrão: Each1]
A minha hora já pti*le='Adult Word Removed'>as*ou
Achas que agora é isto sempre?
Vai ver o que 'tá no horário
'Tás à espera que eu fique mais
Ou então não podes dar o mesmo
Ou achas que eu sou otário?
Quero fazer alguma merda
E quase nunca tenho tempo
Ando a viver p'ro trabalho
Sempre a levar no corpo
Quando vem a folga nem me mexo
Nunca vai ser compensado

[Verso 1: Each]
Cheguei 10 minutos mais tarde, fizeste cara feia
Não é que fosses muito bonita
'Tás esquecida que eu ontem só sai daqui às 11.30h?
A noite não foi muito comprida
Enquanto pti*le='Adult Word Removed'>as*as toda a semana a acordar ao meio dia
Eu chego aqui sempre às 8 da matina
Monto a esplanada com as mãos frias
E a menina com os dedos na almofada
A sonhar com outra vida
Não me desculpo pelo meu atraso
De facto, nem o considero significativo
No mínimo desconta do que nunca me contaste no salário
Já bati o pé agora é tarde p'ro tirar do sítio
Ando com a cabeça em água o tempo nunca dá p'ra nada
Porque a chego a casa já todo fodido
De manhã é um novo drama tirar o corpo da cama
Mesmo no fim de semana tenho de vir levar contigo
Tens exigido muito mas tu nunca tens c*mprido
Manténs o meu salário com o horário mais comprido
As horas que eu não pti*le='Adult Word Removed'>as*o em casa deviam 'tar no meu recibo
Mas tu nem p'ra comer dás subsídio
Ando a seguir o teu sonho a pagar com a minha vida
P'ra tu 'tares com a tua família eu não posso 'tar com a minha
Perdi o encanto quando me apaixonei por esta equipa
E vi que limpavas as mãos à camisola que eu vestia

[Refrão: Each1]
A minha hora já pti*le='Adult Word Removed'>as*ou
Achas que agora é isto sempre?
Vai ver o que 'tá no horário
'Tás à espera que eu fique mais
Ou então não podes dar o mesmo
Ou achas que eu sou otário?
Quero fazer alguma merda
E quase nunca tenho tempo
Ando a viver p'ro trabalho
Sempre a levar no corpo
Quando vem a folga nem me mexo
Nunca vai ser compensado

[Verso 2: Tácio]
Ok, as oportunidades dão-se a quem compensa
Também ninguém andava aqui se não pagti*le='Adult Word Removed'>as*e renda
Nem tu vinhas olhar p'ra mim com esse olhar de esquerda
Com aquela superioridade que te mostra a direita
Tu andas a meter pressão para ver se isto rebenta
Andas a dar por garantido aquilo que não aguentas
Essa merda desse sorriso que te preenche as bentas
Um dia vai cair sozinho vê bem o que alimentas
Não te confundas comigo, se encaras enfrentas
Ponho-te a falar sozinho porquê que não tentas?
Há mais pedras que caminho vê bem as diferenças
De quem as atira p'ro ar e depois racha cabeças
É bom que te ponhas a toques com aquilo que pensas
Essa miséria desses trocos nem paga as ofensas
Eu vou-te iluminar hipóteses p'ra teres a certeza
Se é p'ra dar pérolas a porcos eu sento-te à mesa

[Refrão: Each1]
A minha hora já pti*le='Adult Word Removed'>as*ou
Achas que agora é isto sempre?
Vai ver o que 'tá no horário
'Tás à espera que eu fique mais
Ou então não podes dar o mesmo
Ou achas que eu sou otário?
Quero fazer alguma merda
E quase nunca tenho tempo
Ando a viver p'ro trabalho
Sempre a levar no corpo
Quando vem a folga nem me mexo
Nunca vai ser compensado
Do you like this song?

Buy it in Amazon



Each1 lyrics are property and copyright of their owners.
All lyrics provided for educational purposes and personal use only.
Commercial use is not allowed.

Comments