Johnny Virtus Lyrics

Figuras Públicas by Johnny Virtus


[Verso 1]
Eles pas*am mas não pas*am na imprensa
Declaram opiniões, alguns contrapõem ao que a justiça pensa
Eu compreendo caras públicas, algumas únicas
Vestidas ganham fama sem mostrar as zonas púbicas
Rúbricas da rua, púdicas figuras surgem
Reluzem como vedetas, são brilho ferrugem
as*umem na face o que sempre foram antes
Caras pálidas mas pagam contas a corar nos bancos
Famílias, despesas e santos embutidas
Vomitam as próprias vidas, consomem tele-vidas
Embrulhem a hipocrisia, tenham um feliz natal
E, se não nos virmos antes, aparecemos no funeral

[Verso 2]
Moça bonita convenceu-se em demasia
Fez dezoito, mais um oito, coisas da noite
Comprometida ou presa, mas dança e não teme
Tropeçou e deu alterno, caiu num bar d'alterno
Perdeu-se e no vinho atira a mão à testa
Não há corpo a manifesto, há corpo para mãos e festas
Figuras públicas, polémicas privadas
Estéricas, céticas, guardam dúvidas na cama
Ela bufou a chama, porque ele bem a chama
Ele vem-se, e nem se fala mais no drama
Amor dá o bundão, mas esse algodão engana
As lojas estão fechadas, como é que vai dizer que a ama?

[Refrão]
Figuras públicas são figuras públicas
Figuras públicas dão figuras públicas
Será que as conheces?
Será que se as soubesses terias mais astúcia
Em não seres o que mostras?
Figuras públicas são figuras públicas
Figuras públicas dão figuras públicas
Será que as conheces?
Será que se as soubesses terias mais vergonha
Do que aquela que não mostras?

[Verso 3]
Uns são contra, outros são contratados
Indivíduos as*eados, embaciados
O adolescente mente e o achou isso mais gentil
E tem pólen e vende-o
E já puxa de Ventil
Pas*am e o dinheiro é porco, não paga CD's
Orienta-me o sabão que é para eu lavar o meu cachê
Condições obrigam-nos a uma miséria curta
Manos à luta, quem não trafuca não manduca
Impostos p'a fugirem aos impostos, é estranho
Papel não é p'a quem o desempenha
É p'a quem tem mais tamanho
Quem não concorda pode e não toma mais precalços
Mas vê, quantos não dão à sola por terem os pés descalços?
Oh, última hora, notícia bruta
Um teso furou os bolsos com mais desculpas
Ao comer tanta fruta entalou mais um caroço
Preferiu truques nas mangas do que mangas no pescoço
Alguém [?], alguém lhe arranje um sindicato
Que a rouquidão é o único sucesso do frustrado
Pensam, logo existem, logo resta concluir
Que desistem, em pensar não existir

[Refrão]
Figuras públicas são figuras públicas
Figuras públicas dão figuras públicas
Será que as conheces?
Será que se as soubesses terias mais astúcia
Em não seres o que mostras?
Figuras públicas são figuras públicas
Figuras públicas dão figuras públicas
Será que as conheces?
Será que se as soubesses terias mais vergonha
Do que aquela que não mostras?


Johnny Virtus lyrics are property and copyright of their owners.
All lyrics provided for educational purposes and personal use only.
Commercial use is not allowed.

Comments

Search: Johnny Virtus / Figuras Públicas